quinta-feira, 1 de maio de 2014

Ah, inconsequentes

Sempre achei o ser humano inconsequente nos seus atos para com o próximo. As pessoas se acham engraçadíssimas, até porque nunca é sério o que fazem/falam. O mais interessante é pensar que, no meio desse bafafá sobre a banana, há pessoas que teriam a mesma atitude ou pior numa torcida - ou fora dela, para com o próximo, principalmente aqui no Brasil. Que foi boa a reação brasileira a favor de Daniel Alves foi, quero acreditar que uns vão pensar antes de fazer algo similar, contudo, se, e tão somente se, interpretarem que o ato pode vir a ser a racista ou homofóbico ou simplesmente preconceituoso. Será que conseguem?! No Facebook mesmo, os comentários racistas sobre o Nordeste persistem. E sempre que se repetem, eu me pergunto, não leem o jornal, não veem na TV, não chegam a eles as manifestações contrárias ao racismo e que eles podem vir a responder seriamente pelo que escrevem? Essas pessoas levam a sério o botão do "fod@-se". Ótimo, mas arquem também com as consequências. Só sei que, no final das contas, batem no peito dizendo que são humanos, e são desumanos com o próximo e terminam com o "foi sem querer, falei brincando, não pensei na intensidade do que estão reclamando." 

Nenhum comentário: